terça-feira, 10 de setembro de 2013

Situação no Brasil

Solventes

De acordo com o II Levantamento Domiciliar sobre o Uso de Drogas Psicotrópicas no Brasil - estudo envolvendo as 108 maiores cidades do país, realizado em 2005 pela Secretaria Nacional Antidrogas – Senad em parceria com o Cebrid/Unifesp e que envolveu 7.939 pessoas, entre 12 e 65 anos - revelou que o total de usuários de Solventes foi bem maior para o sexo masculino (10,3%) do que para o feminino (3,3%).A maior prevalência masculina ocorreu em todas as faixas etárias com exceção daquela de 12 – 17 anos. A maior quantidade de entrevistados relatando uso na vida ocorreu na faixa etária de 18 – 24 anos.O número de dependentes, segundo os critérios do SAMHSA, foi de 0,23% dos entrevistados, sendo 0,27% entre os homens e 0,20% para as mulheres. Na faixa etária de 12 – 17 anos, a porcentagem atingiu 0,81%.Hoje, o consumo de solventes se dá muito em países do chamado Terceiro Mundo, enquanto que em países desenvolvidos a freqüência de uso é muito baixa.Os solventes são drogas muito utilizadas por meninos em situação de rua como forma de, por exemplo, sanar a fome; e por estudantes de 1º e 2º graus dado seu fácil acesso e baixo custo.
Ecstasy

Hoje, nesse que pode ser considerado um segundo momento na história do consumo de ecstasy no Brasil, a realidade é bem diferente. O traficante da droga não é mais o jovem de classe média e os comprimidos podem ser encontrados em bocas-de-fumo e coca. A polícia, por sua vez, não apenas conhece o perfil desses infratores como apreende cada vez mais comprimidos e desarticula organizações poderosas. Tanto é assim que na semana passada o Denarc de São Paulo prendeu o maior traficante de ecstasy das regiões Sul e Sudeste do Brasil. Pan Augusto de Faria Lê, 27 anos, um suposto DJ, era, segundo os investigadores, a cabeça de uma organização responsável por abastecer o Skol Beats, festival de música eletrônica que acontece no sábado 16 com nada menos que quatro mil pastilhas de ecstasy. Com essa operação, em apenas quatro meses o Denarc contabiliza a apreensão de oito mil comprimidos de MDMA, o mesmo que foi retido ao longo de todo o ano passado.

G4

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente as postagens dos alunos da EE. prof. Cid de Oliveira Leite. Se você tiver alguma dúvida pergunte a nossas alunos. Prof. Lívia (bio)